Nasceu no equinócio da Primavera de 1985, pelas três da manhã em Dunkirk — França.

Deve ser por isso o seu gosto em semear o que a sua inquietação não permite esperar, pacientemente, a hora da colheita. 

Passou por Burkina Faso, Águeda, Coimbra, Porto e, de regresso à terra a que chama casa, — se isso é possível no seu discurso fechado a sentimentalismos — segue a sua vida, e a sua sementeira inquieta, a reinventar-se a um ritmo difícil de compreender. 

Concluiu o ensino secundário na Escola de Artes de Coimbra, em Artes Gráficas, tendo prosseguido os estudos na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em Artes Plásticas.


Em 2007, realizou a sua primeira exposição fotográfica, em Coimbra. Desde aí, organizou palestras, participou em diversos projectos culturais e tem vindo a realizar várias exposições na tentativa de acalmar o seu desassossego e mostrá-lo aos outros.

Durante 2016, foi convidado a expor a série fotográfica “iQual“, na Brick Lane Gallery, em Londres.

Foi, ainda, co-fundador da loja aguedense de livros, música e arte “Lusco Fusco“, em 2019.

Dedica-se, por estes dias, à fotografia, ao design e ao desenho; não falemos aqui na história e na política! E não é certo a qual destes se entrega mais.



2020 © Aveiro | PT